mama




Talvez você tenha milhares de referências femininas na sua vida, nada de extraordinário, mulheres são seres especiais na Terra. São elas que geram pessoas, que nunca puderam depender da força física então sempre precisaram usar a mente, são mães solo, são multifunções, enfim a lista é longa.

Mas de todas as referências que temos nossa mãe é sempre a a maior delas, eu digo isso com propriedade, porque sempre fui a filha problema, na adolescência não conseguia ter uma relação cordial com a minha mãe, brigávamos constantemente, sempre tivemos princípios diferentes, eu sempre tentei entender as diferentes opiniões, minha mãe como uma boa cristã sempre buscou entender a vida a partir dos ensinamentos bíblicos, nossa diferença sempre transpareceu e nossa relação sempre estremecida.

Cresci, me afastei, saí de casa, voltei aos poucos e tudo clareou, as opiniões ainda divergem, ainda são espantosamente opostas, mas hoje sabemos fazer piada disso, rimos dos nossos contrastes e amamos isso, dizem que a melhor forma de acalmar uma pessoa nervosa é abraça-la, minha mãe nunca fez isso quando eu ainda era uma adolescente raivosa, ela virava as costas e me deixava brigando sozinha, ela não tentava me abraçar com ódio, depois de uma relação reestabelecida , depois de rirmos porque eu achei a festa de casamento dela linda e ela dizer que o teto da festa era de plástico e que isso era horrível ela consegue me abraçar sem medo e se sente confortável com minha opinião adversa.

Mães também sentem

medo dos filhos, mas a gente não consegue acreditar e por isso se revolta, não estamos acostumados a colocar nossas mães no patamar humano, porque elas sempre foram tão extraordinárias!

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo